Autor
Regina Zappa ; Ernesto Soto
Editora
Zahar
Assunto
História
Ano
2018
Páginas
310
ISBN-13
9788537817421
E-ISBN
9788537809259
Edição

1968

eles só queriam mudar o mundo
Um verdadeiro almanaque ilustrado da geração que disse não ao conformismo Do movimento estudantil às trincheiras do Vietnã, das comunidades hippies às passeatas pelos direitos civis, esse livro narra os principais eventos políticos e culturais e as mudanças de comportamento da época, no Brasil e no mundo. Organizado mês a mês, traz histórias saborosas, personagens emblemáticos, as músicas mais tocadas, os filmes que deram o que falar naquele ano, além de depoimentos e entrevistas com personalidades que viveram intensamente o momento. E mais: moda, Beatles, feminismo, astrologia, arte, teatro, política, entre outros temas, em textos assinados por especialistas. Marcando os 50 anos de maio de 1968, essa edição traz novo prefácio, com um balanço do que mudou de lá para cá e reafirmando a importância de não deixar 1968 cair no esquecimento.
Tabela de conteúdo
pág. capítulo
1 Sumário
9 Prefácio - Cinquenta anos depois
11 Apresentação
Janeiro
17 Prenúncio de primavera, conflitos antigos e corações novos
19 Davi e Golias
22 Brasil na roda-viva
27 Da lua à paz armada
28 "My generation"
32 Bonnie and Clyde
32 A ditadura grega liberta Theodorakis
33 O Ano Têt
37 Uma geração encontra o seu destino
Fevereiro
43 Avanços e recuos no Vietnã
44 Seguindo os passos de Rosa Parks
46 Beatles saem em busca de um sentido na vida
50 Os excedentes
53 Os movimentos revolucionários no Brasil
55 Agitação
56 No teatro, a resistência entra em cena
61 Agitação em Nanterre
63 O sofrimento silencioso dos vietnamitas
64 Para que remoer...
Março
69 Morte no Calabouço
73 My Lai, o massacre dos inocentes
78 Velhos problemas, novo presidente
82 Contracultura, a voz do caos americano
84 Paz e amor, brother!
85 A prosa que marcou uma geração
86 “Poesia é aquilo que me faz rir, chorar ou uivar, aquilo que me arrepia as unhas do pé, o que me leva a desejar fazer isto, aquilo ou nada”
87 Contra a agressividade, revolução sexual
Abril
91 Cavalos e espadas contra padres
93 Três tiros na cabeça de Rudi, o pacifista
95 Panteras afiam suas garras
99 “Olhei ao redor e vi a terra prometida. Talvez não chegue lá”
103 Charme, a nova arma política
105 Estruturas abertas
Maio
111 Primeiro de maio
112 Tintas, pincéis e estilingues
113 O maio que marcou a França
115 Das salas de aula às barricadas
116 Operários entram na luta. Governo treme
123 Comuna e bandeiras vermelhas, sabor de revolução
126 Negros e pobres marcham sobre Washington
127 O movimento se espalha pela Europa
130 O que os franceses queriam era poetizar a vida
Junho
141 Rebeldes e revolucionários no mesmo barco
148 Dispersão francesa
150 Conflitos em toda parte
152 Tragédia à americana
156 Procura-se uma utopia
Julho
161 A atração pela maçã que reluzia
161 As aventuras do diário de Che
164 Bomba na ABI
167 O domínio do mal: O bebê de Rosemary
169 O pacifismo e o monopólio nuclear
175 A tragédia de Biafra
177 No compasso de todos os ritmos
Agosto
183 Agosto, mês do desgosto
184 Primavera sem flores
189 Verão dos tanques
191 A invasão que tentou destruir uma ideia
194 Na batalha contra a guerra
200 O destino dos Sete de Chicago
Setembro
205 Nuvens negras no Planalto Central
207 Queda do ditador não derruba a ditadura
212 Mulheres na linha de frente
216 Carrancas e guardas vermelhos
217 Entre o rock e o comunismo
219 Pessoas de plástico
222 O Grande Salto que não foi adiante
Outubro
227 Pancadaria na Maria Antônia
228 Ibiúna – Uma derrota histórica
232 Plano de Burnier: terror no Rio
235 Guerrilha matou militar americano
236 Tragédia e festa no México
238 O pódio da discórdia
242 Militares na América Latina
245 Apolo no espaço e Jackie na Grécia
248 A Escola de Frankfurt no pensamento de uma geração
Novembro
253 Eleições na terra do Tio Sam
256 A calma que antecede a tempestade
256 Um estilo novo e literário no jornalismo
259 Drop City, a comunidade hippie que inventou a Drop Art
264 Depois da radicalização, direita volver!
Dezembro
267 Nuvens cinzentas no horizonte
268 Sinal de alerta para a linha dura
269 Rainha adiou o xeque-mate
269 O fatídico AI-5
271 Quem tem medo do Tropicalismo?
275 Bombas, espionagem e a Terra vista de longe
280 1968: nasce a Teologia da Libertação
281 A hora da ação
285 Conclusão - A insurreição do desejo
291 Cronologia
303 Referências bibliográficas
307 Créditos das ilustrações
309 Índice onomástico

GUEST IP: 34.226.234.20 Suporte FAQ
© 2016 Dot.Lib | Todos os direitos reservados | Todos los derechos reservados | All rights reserved dot.lib